sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

AS MÁQUINAS DE RUBE GOLDBERG


Uma pequena TV em preto e branco era minha companheira inseparável na infância. Eu empurrava mesa de rodinhas de um lado pro outro confiante que não perderia nenhum desenho animado. Uma das memória que me restam dos desenhos animados dessa época eram as engenhocas absurdas e muito engraçadas projetadas pelo gato Tom na esperança de transformar o rato Jerry no prato principal do jantar. 

A memória dessa minha companheira inseparável só foi resgatada de minha memória um tempo atrás após videos com o mesmo tipo de projetos malucos pipocavam no youtube. Essas máquinas que concebidas para executar tarefas simples da maneira mais complicada o possível são conhecidas por Máquina de Rube Goldberg. Esses dispositivos que operam reação em cadeia surgiram nas charges do cartunista, artista plástico, engenheiro e inventor americano Rube Goldberg.

Desde então vejo essas maluquices nos mais variados trabalhos em vídeo, da animação ao vídeo clipe, duma instalação de artes plásticas a um comercial de automóvel. Para ilustrar tanta versatilidade segue abaixo uma seleção de vídeos:

Der Lauf der Dinge/ Peter Fischli e David Weiss (1987)
A instalação realizada em 1987 pelo duo suíço Peter Fischli e David Weiss proporcionou um vídeo de 29 minutos repleto de reações químicas e efeitos  fantásticos.


COG / Antoine Bardou-Jacquet (2003) 

Alguns anos depois os artista suíços ameaçaram tomar medidas jurídicas contra a  montadora japonesa de automóveis Honda  por usar várias de suas ideias em seu comercial Cog. A agencia publicitária responsável pelo comercial Wieden+Kennedy, depois de muita briga judicial, admitiu ter copiado a ideia dos pneus rolando para cima.